TEXTOS ILUMINADOS

BOAS MENSAGENS!

Santo Antônio


Santo Antônio
(13 de junho)

ORAÇÃO:

Glorioso e amabilíssimo Santo Antonio honramos e veneramos as vossas heroicas virtudes e admirável santidade. Pedimos humildemente nos alcanceis de Jesus, Senhor Nosso, a resolução firmíssima de seguir vossos exemplos e de imitar vossas ações. Rogamos também nos obtenhais do Senhor o remédio para todas as nossas necessidades, quer espirituais, quer temporais. Esperamos, com plena confiança, que nunca deixareis de assistir-nos com vossa poderosa proteção. Assim seja.

A HISTÓRIA:

Fernando de Bulhões e Taveira (nome civil de família do santo) nasceu em Lisboa entre 1191 e 1192. Filho de Martinho de Bulhões e Teresa Taveira. Desde a sua tenra idade, professou especial devoção para com a Virgem Santíssima, a quem escolheu como protetora.


Para se afastar dos prazeres e embustes da sociedade e viver uma vida de maior união com Deus entrou no mosteiro dos Cônegos Regrantes de Santo Agostinho. Dois anos morou neste mosteiro, pedindo transferência para Coimbra devido à influência de seus familiares e por ser muito apreciado pelos seus amigos. O intenso trabalho espiritual unia-se aos dos estudos ao qual era muito dedicado não fazendo da ciência algo vazio da vida e da experiência de Deus. Foi ordenado sacerdote em 1220.
Ficou muito encantado com a pobreza e sobriedade dos Frades Franciscanos, os pobres filhos de Francisco de Assis. Teve seu primeiro contato com estes frades ao hospedarem-se no mosteiro os futuros protomártires franciscanos de Marrocos, na sua passagem por Coimbra quando se dirigiam para a África. Pouco tempo depois, viu Fernando, os cadáveres destes jovens recentemente martirizados, o que lhe impressionou profundamente. Despertaram nele o desejo de consagrar-se a Deus ao apostolado entre infiéis e morrer mártir de Cristo.

Ao sair do mosteiro de Santa Cruz, onde estava anteriormente, tomou o nome de Antônio, nome titular do ermitério onde residiam os franciscanos, para vencer dificuldades por parte da família e de alguns monges agostinianos. No verão de 1220 vestia Antônio a libré franciscana e nos princípios de novembro desembarcava em Marrocos. Esteve neste local muito enfermo e os superiores resolveram mandá-lo de volta a pátria de origem. Durante a viagem uma forte tempestade fez que seu barco fosse parar no sul da Itália começando uma nova etapa na vida deste grande santo.

Deus sempre se utiliza das pessoas abertas ao seu amor. Santo Antônio realizou seu sonho de ser missionário junto aos hereges tendo um grandíssimo amor a Jesus presente na Eucaristia. É muito conhecido o grande milagre da mula que se colocou diante do Santíssimo exposto desprezando uma quantia de ração dada pelos hereges. Foi um incansável pregador da Palavra de Deus, andou por vários países da Europa mostrando a verdade da Fé através de uma profunda vida espiritual.

A morte dos santos nos faz refletir sobre os valores de nossa vida. Consumido pelo esforço e pela hidropisia maligna, a doença que o afligia, retirou-se para a solidão de Arcella em Camposampiero. Recebidos os sacramentos cantou a Nossa Senhora ao mesmo tempo em que fixava o olhar num ponto luminoso, invisível para os então presentes, esboçando nos lábios um sorriso beatífico. O religioso que assistia perguntou-lhe na intimidade que era o que via, ao que respondeu o santo: "Vejo o meu Senhor". Depois das orações sorriu pacientemente aos presentes e expirou. Era uma sexta-feira, dia 13 de junho de 1231. Logo que expirou, as crianças de Pádua correram a cidade gritando: "Morreu o Santo! Morreu Santo Antônio!”.

O papa Gregório IX o canonizou antes de ter feito um ano após sua morte devido ao grande número de milagres que aconteciam ao redor de sua sepultura. O mesmo papa o declarou Doutor Evangélico. Ele é visto como o Santo da Eucaristia, pregador, com o dom da bi locação, que falou aos peixes, que converteu aos hereges, que suaviza os obstáculos daqueles que querem contrair matrimônio, que encontra as coisas perdidas, e que, amigavelmente conversa com o Menino Jesus, etc., etc... Quanta graça e quanto amor, que exemplo para nós que somos hoje assaltados pelo "imediatismo" que não nos traz a verdadeira felicidade nem para nós e nem para os nossos irmãos. Para comprovar o valor da sua pregação ainda hoje está incorrupta a sua língua e seu dedo que muitas vezes apontou para o Céu. Vamos pedir a intercessão deste grande santo em favor de nossas famílias e de todos que precisam de uma profunda renovação espiritual de suas vidas com um grande amor a Eucaristia, a Maria Santíssima e a Palavra de Deus.


Frei Giribone ocd

Nenhum comentário:

Postar um comentário