TEXTOS ILUMINADOS

BOAS MENSAGENS!

São Brás


São Brás
(Comemorado no dia 3 de fevereiro)

A HISTÓRIA:

Na memória de São Brás, Bispo e Mártir, a liturgia apresenta-nos uma cerimônia incomum, isto é, o sacerdote cruza duas velas bentas e aproxima-as ao pescoço dos fiéis, invocando a proteção do Santo pronunciando estas palavras: “Pelas orações e méritos de São Brás, bispo e mártir, Deus te livre do mal da garganta e de todos os outros males, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”.Com esta cerimônia, a Igreja deu um caráter, digamos assim, oficial, a uma piedosa tradição existente desde o inicio do século IV. De fato, as notícias históricas sobre São Brás são escassas.

Conta-se que São Brás viveu em Sebaste, na atual Armênia, onde exerceu a medicina, através da qual também procurava ajudar as pessoas a terem plena saúde espiritual. Amado pela comunidade cristã foi eleito bispo. Quando começou a perseguição de Licínio, num primeiro momento, Brás pôs em prática o conselho de Cristo: “se vos perseguirem num lugar; fugi para outro”... Retirou-se assim para um lugar deserto, vivendo numa gruta, de onde procurava orientar a zelar pelo rebanho que lhe fora confiado. Descoberto por caçadores, foi denunciado e preso pelos soldados do imperador. Aos soldados que o prendiam disse Brás: “Sede benditos, vós me trazeis uma boa nova: que Jesus Cristo quer que o meu corpo seja imolado como hóstia de louvor”. 

Na prisão não deixou de exercer o quanto pôde sua missão de pastor e guia do rebanho perseguido, fortalecendo-o na fé, na esperança e na caridade. Conta-se que, na prisão, foi um dia procurado por uma mãe aflita que lhe implorava salvar seu filho que estava por morrer sufocado por causa de uma espinha de peixe que ficara trancada na garganta. São Brás, sempre solícito, impôs-lhe as mãos, traçou o sinal da cruz e fez uma oração salvando-o da morte. A este fato nos remete a oração que é feita sobre cada fiel que procura a benção e intercessão do Santo.

Sua condenação à decapitação, no ano de 316, coroou o martírio da São Brás, cuja veneração é grande tanto no Oriente, quanto no Ocidente, atesta que antigas tradições estão na origem de culto que foi alimentado com a fama dos milagres. Se São Brás é invocado com a fama dos milagres. Se São Brás é invocado como poderoso intercessor pela saúde do corpo, em particular da garganta, é porque foi mártir de Igreja, isto é, testemunha dos sofrimentos de Cristo. A ele poderíamos aplicar o que o Senhor disse a Pedro: “Apascenta as minhas ovelhas”, isto é, sacrifica-te pelas minhas ovelhas. Foi o que fez o bispo São Brás.

Frei Jorge E. Hartmann (Ordem dos Frades Menores)

Nenhum comentário:

Postar um comentário