TEXTOS ILUMINADOS

BOAS MENSAGENS!

O que é beatificação


Quando o Santo Padre beatifica um Servo de Deus e lhe confere o título de beato ou bem-aventurado, ele declara que esse Servo de Deus praticou as virtudes cristãs em grau heróico e o propõe como modelo de virtude para a vida cristã. Um Servo de Deus é declarado beato somente após um estudo exaustivo da sua vida, do seu trabalho e da sua prática de virtude. É parte desse estudo a aprovação oficial de um favor, geralmente um milagre obtido pela intercessão do Beato. É nesse momento que o Santo Padre permite uma devoção pública limitada a esse Servo de Deus ao colocar o nome do Beato recém nomeado no calendário das festas litúrgicas da Igreja. A festa patronal é ordinariamente o aniversário da sua morte que é considerada como o seu nascimento para a vida eterna. Nesse dia, uma missa e a Liturgia das Horas podem ser celebradas em honra do Beato. A devoção pública dirigida a esse novo Beato recém nomeado limita-se geralmente a lugares determinados, por exemplo, a uma comunidade religiosa fundada por essa pessoa e seus ministérios particulares ou a um país ou diocese particular onde a sua reputação de santidade tenha uma grande influência sobre os membros de uma Igreja local e é fonte de encorajamento à imitação da sua prática de virtude.

Não se deve confundir beatificação com canonização. A beatificação é uma etapa no processo de canonização. A canonização ocorrerá mais tarde e somente após um estudo aprofundado da vida e da virtude do Beato, assim como a aprovação de um milagre adicional atribuído à sua intercessão. No momento da canonização, o Santo Padre, em virtude da sua infalibilidade, declara que o Beato está entre os santos do céu e inscreve o nome da pessoa na lista oficial (cânon) dos Santos da Igreja. É nesse momento que a devoção pública ao Santo recém declarado estende-se à Igreja universal.


Fonte: brothersofholycross.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário